quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Conclusão sobre os adeptos do Budismo

O Budismo é muito comum em famílias e comunidades orientais, mas hoje em dia é cada vez mais comum no ocidente.
Os caminhos que levaram cada pessoa a se tornarem budistas, a freqüência com que frequentam o Templo são diferentes como em qualquer outra religião. Algumas dessas pessoas tiveram contato com o budismo através da família, outras por amigos e outras procuraram estudar a doutrina por que se interessavam. Mas mesmo com essas diferenças todas possuem algo em comum que é a crença em Buda, uma vida de acordo com os passos de Buda e a busca pelo fim do sofrimento.
Então vendo de uma forma antropológica: 
Os meios que trazem cada pessoa para a doutrina são diferentes, mas principalmente por influência da família e pela literatura especializa.
A frequência de visitas ao Templo para atividades de meditação também são diferentes mas geralmente algo em torno de duas a cinco vezes por semana.
O objetivo dessas pessoas é a busca ao fim do sofrimento através da meditação.
Os hábitos são as idas ao Templo para a meditação e missas, o desapego aos bens materiais e a realização de boas ações.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário